14 de nov de 2011

O impacto da Apple Retail Store na paisagem de Nova York

Reinaugurado, o famoso cubo da apple Reitail Store se supera enquanto ponto de atração em Nova York, custo inicial da obra foi anunciado em U$$ 6,7 milhões de dólares, sem somar o valor dos vidros. Estima-se que o total dos investimentos ultrapasse U$$ 15 milhões de dólares. 

O famoso cubo de vidro da Apple Retail Store, loja da Apple na Quinta Avenida - um dos monumentos mais visitados e fotografados de Nova York, EUA, foi reinaugurado no dia 04 (novembro, 2011). Patenteado em agosto de 2010, o cubo teve sua reforma iniciada em junho (2011), tendo por finalidade atualizar toda a estrutura. Igualmente em vidro, a escada no interior do cubo que dá acesso à primeira loja da empresa em Nova York também foi reformada.

O novo cubo tem um projeto simplificado e arrojado. Os 90 painéis originais de vidro, fabricados pela Seele GmbH, foram substituídos por apenas quinze, e cada qual tem quase 10 metros. A arquitetura atual é chamada de “seamless”, ou seja, sem emendas, indo ao encontro do conceito de modernidade e tecnologia da Apple. A área ao redor do cubo também foi reformada. Há um novo sistema de dreno, e foram retirados os pequenos pilares antes existentes no contexto.

O escritório de arquitetura Bohlin Cywinski Jackson, que trabalhou com a Apple no cubo original, é também responsável pela nova versão, enquanto a engenharia é da O’Callahan Eckersley. O custo inicial da obra foi anunciado em US$ 6,7 milhões, sem somar o valor dos vidros. Estima-se que o total dos investimentos ultrapasse US$ 15 milhões.

O cubo original teve participação significativa de Steve Jobs — e com o novo não foi diferente. Este pode ser considerado um de seus feitos tardios, ou póstumos. Jobs, que faleceu em 05 de outubro (2011), foi cofundador, presidente e diretor da Apple, empresa que revolucionou o mundo dos computadores pessoais, da música, do cinema, do telefone, dos tablets e das publicações digitais. 

Exame.com/arte








Nenhum comentário:

Postar um comentário